Foto
03/08/2017
MAIS DE 2 MILHÕES DE EMPRESAS FECHADAS NO PAÍS

Segundo o jornal ESTADÃO, (Estado de SP), somente em 2015, tinham fechadas 1,8 milhão de empresas e até abril de 2016, outras 266,7 mil empresas fecharam. Por isso, sempre dissemos que o numero de desempregados no país era de mais de 20 milhões de trabalhadores e não os 12 milhões anunciados pelo governo.

O IBGE anunciou esta semana, que são mais de 23 milhões, os desempregados.

Com a reforma trabalhista entrando em vigor, estes números aumentarão em pelo menos mais 10 milhões os desempregados no país. Uma tragédia que aumenta a cada dia que passa.

Vamos conseguir sobreviver dignamente com isso? Só o tempo dirá. A compra de votos na Câmara Federal, como se viu na semana que passou, para livrar o presidente da republica de um afastamento da presidência por corrupção, e a devida punição pelo judiciário, foi talvez uma das imagens que assistimos nos noticiários, mais desastradas que se pode imaginar para o país. O resultado dessa votação, e suas consequências, com certeza será o agravamento de uma crise que já estamos vivenciando, desde 2015. A crueldade da Reforma Trabalhista, imposta pelo governo e políticos ligados a ele (governo), tem esse objetivo: imaginar que os 25 milhões de desempregados, sejam contratados como assalariados. Para isso, muda-se a legislação e atende o mercado, que certamente saberá explorar essa mão de obra desesperada, a seu inteiro dispor.

Últimas Notícias
Notícia
14/08/2017

População parece anestesiada diante da gravidade que foi a aprovação da Reforma Trabalhista.

Notícia
10/08/2017

O STTHFI parabeniza a todos por esse dia.

Notícia
09/08/2017

A rejeição aumenta para 63% na região Nordeste e vai a 57% no Sudeste. Fica na média no Centro-Oeste/Norte e cai para 48% na região Sul. É um pouco maior entre homens (58%) do que mulheres (56%),

Notícia
08/08/2017

Para a advogada Cristiane Saredo, do escritório Vieira e Vieira Consultoria e Assessoria Jurídica Previdenciária, a decisão abre precedentes para que outros aposentados que estão no mercado de trabalho peçam a suspensão do desconto do INSS na Justiça.