Foto
24/11/2017
Brasil, falta trabalho adequado para 26,8 milhões de pessoas, diz IBGE

A taxa de subutilização da força de trabalho no país ficou praticamente estável no terceiro trimestre do ano, fechando em 23,9% do mercado de trabalho – crescimento de apenas 0,1 ponto percentual frente aos 29,8% relativos ao segundo trimestre. Os números, no entanto, significam que ainda representa 26,8 milhões de pessoas sem trabalho adequado no país. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados sextafeira (17), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de subutilização, segundo os parâmetros do IBGE, agrega a população desocupada, os subocupados por insuficiência de horas e os que fazem parte da força de trabalho potencial. Deste total apurado pelo IBGE, 18,5% (o equivalente a 19,2 milhões de pessoas) diziam respeito à taxa combinada de subocupação por insuficiência de horas trabalhadas e desocupação (pessoas ocupadas com uma jornada de menos de 40 horas semanais, mas que gostariam de trabalhar em um período maior, somadas às pessoas desocupadas).

Em relação ao segundo trimestre, essa taxa combinada mostrou estabilidade, uma vez que equivalia a 18,6% do total da força de trabalho. Quando a comparação se dá com o 3º trimestre de 2016, de 16,5%, há um aumento da taxa de 2,1 pontos percentuais. No terceiro trimestre de 2017, as maiores taxas foram verificadas na Bahia (30,8%), no Piauí (27,7%), em Sergipe (25,2%), no Maranhão (24,9%) e em Pernambuco (24,5%). As menores taxas foram registradas em Santa Catarina (8,9%), no Mato Grosso (12,0%), em Rondônia (12,2%), no Mato Grosso do Sul (12,8%), Paraná (13,0%) e Rio Grande do Sul (13,0%)

Fonte: Agência Câmara

 

 

Últimas Notícias
14/08/2018

Lembrando que o Abono Salarial é de R$720,00 dividido em 4 parcelas

Notícia
06/08/2018

Ciro Gomes deu uma aula de política e administração durante a entrevista de mais de uma hora ao “Central das Eleições”, na GloboNews, quarta (1º) à noite.

Notícia
03/08/2018

A 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho – TST condenou uma empresa de São Paulo (Santos Segurança Ltda.)

Notícia
01/08/2018

Pela presente circular, estamos comunicando os trabalhadores do setor de Hotelaria, Gastronomia e Similares, que foi encerrada a negociação com o Sindicato Patronal, onde ficou acertado o reajuste salarial, a partir de 1° de Maio de 2018.

Notícia
25/07/2018

O STTHFI, caba de concluir negociação coletiva de trabalho 2018/2019, para a categoria de: empregados em Hotéis e Similares, onde ficou contemplado o seguinte: