Foto
10/04/2019
Justiça do Trabalho condena escritório de contabilidade

Justiça do Trabalho condena escritório de contabilidade a multa diária de mil reais caso oriente empresas a não descontarem contribuições sindicais

“Insegurança jurídica sobre MP 873 é imensa”, afirma presidente da CONTICOM

O Tribunal Regional do Trabalho da 15.ª região (Vara/Tietê) emitiu nesta semana uma decisão impedindo um determinado escritório de contabilidade em orientar seus clientes a não realizarem o desconto em folha das contribuições sindicais conforme determina a MP 873, que vem causando enorme insegurança jurídica para as empresas. Em todo o país, cerca de 40 decisões judiciais anularam os efeitos da MP por razão de sua inconstitucionalidade e flagrante prática antissindical por parte do governo. A ação judicial que gerou a decisão foi provocada pelo Sindicato dos Comerciários de Tietê (SP) e prevê multa no valor de mil reais diários, caso o escritório descumpra a determinação da Justiça do Trabalho.

Para o presidente da CONTICOM, Claudio Gomes, além de inconstitucional, o cumprimento da MP 873 pelas empresas, em muitos casos, poderá significar quebra de acordo. “No ramo da construção e madeira, a maioria das convenções ou acordos coletivos garantem o desconto em folha o que, de acordo com a nova legislação trabalhista (que estabelece que o negociado vale mais que o legislado) anula os efeitos da MP 873 e do Decreto presidencial sobre boleto bancário das contribuições sindicais. Na realidade essas medidas do governo têm o objetivo claro de impedir a ação sindical em defesa dos direitos dos trabalhadores”, argumenta o sindicalista que vê com preocupação o fato de muitos escritórios de contabilidade estarem desrespeitando os instrumentos fruto de negociação coletiva e induzindo seus clientes ao erro. “Certamente acarretará consequências jurídicas severas contra estas empresas”, aponta Claudinho.

 

FONTE:https://cargasproprias.org/justica-do-trabalho-condena-escritorio-de-contabilidade-a-multa-diaria-de-mil-reais-caso-oriente-empresas-a-nao-descontarem-contribuicoes-sindicais/?fbclid=IwAR1aPgp3iQM7SkNTH-TTNpaqRnDdNISV81HLdfBraCIQ2k8WRAB7k2QonH4

Últimas Notícias
Notícia
21/02/2020

As funções administrativas do STTHFI só retornam na quarta-feira dia 26 de Fevereiro após ad 14:00 horas

Notícia
17/02/2020

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) pôs mais pressão sobre o Brasil, com um comitê independente voltando a criticar a “reforma” trabalhista adotada no governo de Michel Temer

Notícia
13/02/2020

Em teoria, a ideia seria desonerar quem ganha menos, transferindo o peso para quem ganha mais.

Notícia
05/02/2020

São quase 30 milhões de trabalhadores ganhando no máximo um salário mínimo, a indústria, em declínio já há tempo, segue em queda livre e o trabalho precário assume proporções assustadoras.

Notícia
03/02/2020

Com o fim da homologação da demissão em sindicatos, empresas orientam funcionários a assinar a rescisão mesmo sem ter recebido o dinheiro.