Foto
03/08/2018
Ausência de depósitos do FGTS autoriza Rescisão Indireta.

A 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho – TST condenou uma empresa de São Paulo (Santos Segurança Ltda.), ao pagamento das parcelas rescisórias decorrentes da dispensa imotivada a um vigilante. O atraso reiterado dos depósitos do FGTS praticados pela empresa deve ser considerado FALTA GRAVE, o que autoriza RESCISÃO INDIRETA do contrato de trabalho. “O empregado tem direito à disponibilização imediata dos valores, situação que evidencia a seriedade com que esses depósitos devem ser regularmente efetuados”. Por unanimidade a Turma deu provimento ao recurso, determinado a chamada “justa causa” (rescisão indireta) para a empresa.

Últimas Notícias
Notícia
07/12/2018

Neste sábado dia 08 Semi Final

Notícia
03/12/2018

Seminário: " Como combater as Atitudes Antissindicais das Empresas depois da Reforma Trabalhista"

Notícia
26/11/2018

Comunicamos aos nossos associados que o horário das piscinas na Sede Recreativa é das 10:00 as 20:00 horas de Terça feira a Domingo.

Notícia
19/11/2018

Aberta a temporada verão 2018/2019

Notícia
07/11/2018

Conheça seus direitos.